Simplicidade

on
Hoje à tarde estava cuidando do meu mini jardim que fica na minha mini varanda quando, ao levar a mão ao rosto para ajeitar o cabelo senti um cheiro maravilhoso de lavanda. Que delícia! Não pude deixar de pensar em como sou fortunada por não ter perdido a sensibilidade para as pequenas e boas coisas da vida. Olhei em volta e comecei a observar como eram bonitos os galhos de manjericão que eu havia podado, como estavam viçosas as folhas do meu vasinho de hortelã e me senti em paz. Me deliciei com a beleza da simplicidade. Às vezes, estamos tão às voltas com a nossa vida, com os nossos problemas, que deixamos essas alegrias passarem.

Nessa mesa hora, lembrei que faz tempo que quero experimentar uma receita que está martelando na minha cabeça, mais simples impossível. Mas sem deixar a criatividade de lado, claro! Resolvi que era mesmo o dia de tirar a dúvida e colocar a mão na massa.

Queria experimentar fazer uma receita de Arroz Doce. Também pensei em transformá-lo em uma opção mais saudável, usar arroz integral cateto, ao invés de arroz branco. Como o arroz cateto é mais forte, decidi que tinha que primeiro queimar o açúcar para dar um gosto mais marcante também ao creme. O resultado, eu adorei!

Arroz de Doce de Leite Natureba

Ingredientes

  • 5 colheres de sopa de açúcar
  • 1 litro + 1 xícara de leite
  • 1 xícara de arroz cateto integral claro e vermelho
  • 2 paus de canela
  • 1 cravo da índia
  • 1 pitada de sal

Modo de Fazer

  1. Colocar o açúcar em uma panela, espalhar por todo o fundo e levar ao fogo. Segure no cabo da panela e vá movimentando a calda de açúcar derretido que está se formando para que ela não queime de forma desigual.
  2. Quando tiver derretido todo o açúcar e ele estiver com uma cor bem dourada, com muito cuidado, adicione o leite, bem devagar.
  3. Adicione o arroz, a canela e o cravo da índia. Deixe ferver em fogo muito baixo por mais ou menos uma hora e meia, mexendo sempre para não agarrar no fundo.
  4. Vire em uma vasilha e leve à geladeira.

E viva a simplicidade! Para vocês entenderem do que eu estava falando:

O que você achou?